08 dezembro 2015

Lançamento Coleção L'Afrikana e Pop Up Store




Vestidos, saias, bolsas, cangas de praia, almofadas e muitos objetos de decoração. A marca de moda social L'Afrikana apresenta no próximo dia 12 de dezembro, no Café Delfino 146, em Florianópolis, uma coleção completa de peças produzidas no Quênia, por refugiados. "Nossa marca tem como propósito o empoderamento de homens e mulheres que sofreram os horrores das guerras na África e que hoje, tem a possibilidade de construir uma vida digna, aprendendo e realizando um trabalho que proporciona o sustento das suas famílias", diz Renatha Flores, empreendedora social catarinense e idealizadora do projeto. As peças L'Afrikana são produzidas por refugiados congoleses, burundineses e ruandeses. Todos os produtos procuram valorizar suas raízes e suas histórias de vida. Com estampas coloridas e alegres, tecidos naturais de algodão pintados à mão em técnicas tradicionais de estamparia provenientes de vários países africanos, a L'Afrikana abre em Florianópolis uma loja temporária onde as pessoas poderão adquirir suas peças, conhecer e apoiar o projeto.

No próximo dia 12 de dezembro (15 às 22h) um grupo de voluntários vai animar a tarde de sábado do Café Delfino, 146. Está programado um bate-papo com os organizadores, apresentação de filmes, uma linha direta por skype com o atelier da marca no Quênia, onde as pessoas poderão interagir com a equipe de costureiros. Jacob, Majaliwa, Simbi, Flora, Jean Claude, Imani, Florence, Esther e Mukunda são alguns dos nomes e sorrisos que irão encantar e tocar você, com suas histórias comoventes e sua força de vida. O evento tem entrada livre e o único compromisso de reunir gente do bem, comprometida com um mundo melhor e a sustentabilidade do planeta.






A marca L'Afrikana surgiu há dois anos na capital do Quênia, Nairobi. Um projeto de conclusão de curso em teatro comunitário levou a catarinense natural de Florianópolis, Renatha Flores, para a África. Encantada pela força, a alegria, a resiliência de alguns refugiados que viraram amigos e sócios, e sensibilizada por suas tristes histórias de guerra, Renatha resolveu criar a marca. A idéia logo atraiu a trabalho voluntário de estilistas como a designer catarinense Lela Anzanello, da modelista e ex professora de modelagem do Senai de Criciúma, Munique Ávila, que passaram temporadas doando seus talentos e seus preciosos tempos para o projeto. Levantamentos de fundos através das mídias sociais, o apoio de familiares, doações de máquinas de costuras, possibilitaram a construção dessa rede de afeto que se transforma em moda. L'Afrikana é um sonho que virou realidade, uma marca de moda, uma ONG, um centro comunitário, uma escola de costura e um negócio social que tem o orgulho de ser reconhecido pela ACENOUR (as Nações Unidas para os refugiados), pelo Danish Refugée Council, o Refugée Point e o Jesuit Refugée Service.
Vale a pena prestigiar e conferir esse trabalho lindo!!! Vamos?!





*imagens reprodução.




Nenhum comentário: